sábado, 19 de abril de 2008

poema de RÉGIS BONVICINO

Entre

motores e ruídos
( pio
dissonante

e seco
estilhaço )
o vôo do pássaro
cria

uma nova hipótese
de espaço





in: Régis Bonvicino. Ossos de Borboleta. Editora 34: São Paulo, 1996.

2 comentários:

Elenilson Nascimento disse...

Grande poeta, tem um presente pra vc no meu humilde blog. Vá lá!!! Um abração do seu fã
http://orebate-elenilsonnascimento.blogspot.com/

P.s. Espero que goste - foi de coração, seu livro é lindo!!!!!!!

Shirukaya disse...

Sab q tow começando a gostar d poesia?

Voces sao culpados por isso!


^^